BLOG

5 maneiras de aumentar a conversão usando Business Intelligence

Em tempos de crise, rever a estratégia de negócios é fundamental para poupar recursos, e maximizar vendas. No varejo, entender o comportamento do consumidor e rapidamente tomar uma decisão pode trazer economias ou lucro da ordem dos milhões em dias. Inúmeras tecnologias vem e vão prometendo alavancar esse conhecimento dentro da organização, e a mais nova promessa é o Business Analytics, que vai justamente buscar insights relevantes em um tipo de informação geralmente descartada: os dados de máquina.

Os dados mais valiosos da sua empresa são os que estão nos seus sistemas. Os logs de máquina, que geralmente são armazenados indefinidamente, sem que ninguém lhes dê atenção, das suas aplicações in house ou do seu ERP, por exemplo, são as informações mais importantes que você tem em mãos.

Dados semi estruturados ou não estruturados também têm valor, mas sem dúvida os dados estruturados têm papel principal. Isso porque eles estão diretamente ligados à operação da sua empresa, estão diretamente relacionados ao dinheiro. Quer um exemplo? Suponhamos que você consiga analisar as informações de vendas do PDV em horas, obtendo insights importantes para o negócio, que permitissem a sua empresa a não só planejar as campanhas de marketing com mais rapidez, mas que possibilitassem, por exemplo, promover um determinado produto de acordo com a previsão do tempo.

Posto isso, veja cinco maneiras de utilizar dados de consumidores para aumentar suas vendas:

Use dados de consumo para criar uma experiência de compra mais personalizada. Uma desenvolvedora de games, por exemplo, utilizou dados do seu programa de fidelidade para entender quais eram as preferências do consumidor para oferecer novos produtos de forma personalizada, aumentando o cross-selling do canal. Dados de localização do consumidor e os heat maps  permitem otimizar o layout de uma loja e ajustar displays de merchandising. Mais do que isso, o Big Data pode revelar preferências de acordo com a região, e maximizar as vendas.

Use informações do consumidor para customizar promoções e ofertas especiais. A análise dos dados em tempo real –que pode ser realizada pelas ferramentas de  Business Analytics, permitem visualizar quais promoções estão sendo efetivas, quais produtos estão ficando parados nas gôndolas, e quais itens com maior margem são vendidos junto a outros produtos. As informações possibilitam que o varejo mude rapidamente seu mix de produtos no ponto de venda e garanta rentabilidade.

Melhore suas estratégias de marketing. O Big Data permite entender o comportamento do consumidor por meio de múltiplos canais –desde o seu ponto de entrada, quando ainda são prospects, até sua jornada ao tornar-se um consumidor. Mais do que isso: correlacionar dados de anúncios online e offline permite encontrar padrões de comportamento e realizar ajustes na mídia a ser veiculada.

Entenda a cesta de mercado do cliente. Entender quais os produtos estão na cesta de um único cliente permitem combinações físicas no ponto de venda que aumentam as vendas, cross-advertising, e procurement de materiais e permitem definir com mais exatidão, promoções a serem realizadas.

Tenha a informação em tempo real. A principal diferença entre o Business Analytics e o Business Intelligence é a capacidade de análise em tempo real, cruzando dados históricos que não necessariamente estejam na base da ferramenta – ou seja, enquanto o BI precisa de guardar uma série histórica de dados para entregar o insight¸o BA precisa ter acesso aos dados de máquina armazenados para entregar uma informação muito mais completa. Mais do que isso, a possibilidade de se trabalhar em tempo real permite mudar a tática no PDV de  maneira muito mais ágil.

Fonte: CIO

Compartilhe nas Redes Sociais

Outros Artigos

Nuvem

CE | RN | PE | SE | BA | MG | SP - Telefone: (85) 3119.5969

Golden Technologia © 2018 - Todos os direitos reservados.
Termos de Uso | Política de Privacidade

Nunan