BLOG

Como aumentar a produtividade da equipe sem desmotivá-la?

Processos, lucratividade, sustentabilidade, trâmites burocráticos, relações interpessoais, clima, produtividade e por aí vai. Muitas coisas integram a lista dos pontos de atenção que todo gestor deve ter em mente, todos os dias, em uma rotina de trabalho. Mas uma preocupação que se destaca e jamais deve ser negligenciada é a produtividade – e, consequentemente, é claro, uma boa gestão de equipe. Um time motivado, ágil e produtivo, afinal, é quase critério básico para bons resultados – e não só para a empresa, para os colaboradores também.

Isso não é novidade para ninguém. Mas qual é a fórmula mágica para fazer isso acontecer de um jeito em que todos saiam ganhando? Como manter a sua equipe produtiva sem desmotivá-la ou parecer um verdadeiro “carrasco”? Temos uma má e uma boa notícia para você: a primeira é que não existe fórmula mágica para isso acontecer do dia para a noite; já a segunda (e boa!) é que, se você quiser e se dedicar, existem boas opções de caminhos a serem trilhados. Para saber quais são, continue a leitura.

6 atitudes que podem impulsionar a produtividade da sua equipe

Antes de qualquer coisa, lembre-se: a liderança não é apenas sobre delegar tarefas ou dar ordens. Aliás, aqui cabe uma citação valiosa do empreendedor americano Jim Rohn:  

O desafio da liderança é ser forte, mas não rude; ser gentil, mas não fraco; ser ousado, mas não intimidar; ser atencioso, mas não preguiçoso; ser humilde, mas não tímido; ser orgulhoso, mas não arrogante; ter humor, mas sem loucura”.

Tendo isso em mente, vamos, agora, à prática!

  • Coloque-se no lugar do seu colaborador

Você já ouviu falar em rapport? A palavra de origem francesa designa uma técnica que favorece a criação de relações em que a comunicação é feita com pouca resistência – uma relação empática, em que há sincronia entre os interlocutores. A empatia aqui pode servir para você se perguntar como reagiria a uma determinada situação se estivesse no lugar do seu funcionário. Questionamentos como “eu me sentiria motivado ou satisfeito caso meu chefe me exigisse produtividade de forma grosseira?” ou “eu estaria disposto a ser mais produtivo mesmo sem ser valorizado por isso?” devem ser feitos constantemente para que você consiga entender a melhor estratégia a ser adotada.  

  • Inspire – não só fale, seja também o exemplo

O famoso ditado “faça o que eu falo e não faça o que eu faço” não é nada convincente para a produtividade da sua equipe. Como líder, é importante que você dê o exemplo e não apenas diga o que deve ser feito. Vamos supor que, para a sua equipe ser mais produtiva, ela deve trabalhar com um software X. Você domina a ferramenta ou apenas pede para que comecem a usá-la? Em caso de dúvidas, você saberá como responder ou orientar o seu time? Normalmente, as lideranças que se dispõem a executar recebem mais apoio de sua equipe. Então não se esqueça de demonstrar engajamento com o que está fazendo, provando que vocês, de fato, trabalham juntos.

  • Deixe sua equipe saber como está seu desempenho e como pode melhorar

Os famosos feedbacks não são famosos à toa. Mas, para funcionar, é preciso que eles sejam bem elaborados e feitos periodicamente – a cada semestre, por exemplo. Dar um retorno ao seu time pode melhorar a comunicação de vocês e abrir espaço para uma avaliação de desempenho – em quais pontos seu colaborador é muito bom e em quais a atenção deve ser redobrada? Não é difícil concluir que ser valorizado pelos méritos e receber uma boa orientação para aperfeiçoar outras questões influencia (e muito!) na produtividade da sua equipe, certo?

  • Use e abuse da tecnologia

SaaS é uma sigla em inglês que significa Software as a Service (ou, no português, “Software como Serviço”). Ou seja: ferramentas ou aplicações online. Quantos aplicativos você usa para facilitar a rotina do seu time? Há recursos que podem tornar os processos mais ágeis e menos burocráticos? Nos dias atuais, quase tudo pode ter apoio da tecnologia – e isso permite que assuntos estratégicos ou que exijam um pensamento crítico maior ganhem mais espaço no dia a dia, tornando o trabalho muito mais produtivo e efetivo.

  • Invista em qualificação

Você quer que sua equipe seja mais produtiva, mas nem sempre oferece recursos que podem auxiliá-la nisso? Um curso de dados pode complementar o conhecimento do seu funcionário que trabalha como Analista de Sistemas, por exemplo. Ele vai se sentir motivado – pois perceberá que a empresa investe nele – e terá um conhecimento técnico maior para executar as suas tarefas. O resultado disso não pode ser diferente: sua produtividade será impactada positivamente.

  • Conte com a flexibilidade

Posturas muito rígidas ou processos muito engessados podiam funcionar muito bem antes, mas agora nem tanto. A produtividade da sua equipe será bem maior se ela perceber que você é um gestor flexível e que, pontualmente, faz concessões que podem deixar o dia a dia mais leve. Exemplos disso podem ser negociações de horário ou de home office. Pense nisso!

Posturas que devem ser evitadas para não prejudicar a produtividade do time

  • Reclamar e se mostrar vulnerável

Se você demonstra insatisfação o tempo todo com o seu trabalho, isso refletirá diretamente no comportamento do seu time. Afinal, como ser mais produtivo se nem mesmo o chefe acredita ou tem confiança no que faz? Antes de apontar erros ou insatisfações, busque soluções e compartilhe-as com o time. Isso demonstrará que você é comprometido e está sempre atrás de ideias que podem tornar o dia a dia mais prático.

  • Não ter a tecnologia como aliada

O medo de muitos colaboradores é ter seu trabalho substituído por robôs. Mas se você souber como usar softwares ou aplicações como verdadeiros parceiros em sua rotina de trabalho, isso não será verdade. Com o Zag, por exemplo, toda a burocracia com o reembolso de despesas pode ser simplificada para que a equipe consiga focar sua energia em processos mais estratégicos e menos burocráticos.

Quer ter outras ideias de como colaborar com a produtividade do seu time? Então repense a sua gestão financeira e saiba porque as planilhas podem não ser tão vantajosas assim para gerenciar as despesas dos seus reembolsos corporativos.

Fonte: ZAG

Compartilhe nas Redes Sociais

Outros Artigos

Nuvem

CE | RN | PE | SE | BA | MG | SP - Telefone: (85) 3119.5969

Golden Technologia © 2018 - Todos os direitos reservados.
Termos de Uso | Política de Privacidade

Nunan